fbpx

>

>

Como economizar no seguro do seu carro?

Como economizar no seguro do seu carro?

Tempo de leitura: 4 minutos

Ter um carro próprio é uma das grandes conquistas pessoais na vida de muita gente. Mas sabemos que o carro em si e os custos de manutenção são elevados, então é sempre bom buscar alternativas economizar gastos associados ao veículo, concorda?

Será que também é possível economizar no seguro auto? A contratação de um seguro depois da compra do automóvel é um dos passos mais importantes para garantir a proteção, e muita gente fica com o pé atrás por não entender muito o mercado.

10 passos para economizar no seguro auto

Pode relaxar, porque economizar no seguro auto é possível sim! E a gente ainda separou dicas de como se organizar e juntar aquele dinheirinho sem ficar desprotegido caso algum imprevisto aconteça. Vamos lá?

1. Faça cotações em seguradoras diferentes

As seguradoras fazem diferentes análises de risco do modelo do seu carro antes de chegar a um valor, e isso pode variar bastante o preço que você irá pagar.

Na análise, as seguradoras levam em conta questões como modelo do carro, local de residência, perfil do motorista e outras coisas, e cada empresa vai dar mais importância a um item do que outro.

Por isso, se você quer encontrar o valor mais acessível para você, pesquise várias seguradoras diferentes e compare os preços e coberturas, até encontrar o melhor custo benefício para você.

2. Escolha bem suas coberturas

O seguro ideal é aquele que atende às suas necessidades do dia a dia, e a definição das coberturas de que vai precisar vai depender da sua rotina.

Mapear seu comportamento, para quais atividades mais usa o carro e entender a que tipo de riscos mais está exposto, vai garantir que seu carro vai estar protegido com o melhor seguro automóvel possível para você.

Em algumas seguradoras existem coberturas fixas que formam um plano “básico”, e você pode adicionar coberturas a mais para ter mais proteção nos casos em que desejar.

3. Estude sobre a franquia

A franquia é o valor que você precisará pagar para a seguradora em caso de sinistro.

Quanto maior a franquia, menor será o valor que você irá pagar, mas cuidado com isso. Não adianta colocar a franquia alta para pagar pouco, porque se você sofrer um sinistro, precisará arcar praticamente sozinho com os valores.

Por isso, estude bem sobre as opções de franquia que a seguradora oferece, e balanceie nos seus custos e possíveis imprevistos e pedidos de sinistros, para amenizar os impactos no seu bolso se uma emergência acontecer.

4. Seja sincero nos formulários

Na hora da contratação do seguro, você preencherá um formulário com algumas informações suas, que vão auxiliar na definição do valor que você pagará no seguro.

Dependendo das informações, pode ser que você pague mais caro ou mais barato. É muito importante que você não minta ou omita informações nessa etapa, porque se a seguradora descobrir, você poderá perder suas coberturas ou até mesmo ter um sinistro negado.

Além disso, com algumas informações sobre você as empresas também podem fornecer descontos no seguro, então não tenha preguiça de colocar informações detalhadas.

5. Mantenha suas informações atualizadas

Depois de preencher o formulário, é muito importante se lembrar de manter seus dados sempre atualizados.

Caso você mude de endereço, trabalho, ou consiga uma vaga de estacionamento, por exemplo, são coisas que podem baratear seu seguro e são importantes de serem comunicadas para a seguradora.

Em casos contrários também, caso perca o estacionamento ou se mude para um endereço longe de onde está hoje, não esconda da seguradora, pois pode ser que você acabe perdendo alguns serviços e não saiba se não atualizar o formulário.

6. Análise de perfil do motorista

Uma das análises feitas pelas seguradoras leva em conta o perfil do condutor principal do veículo a ser segurado. O que significa que eles vão levar em consideração sua idade, gênero, estado civil, etc.

Não há como interferir nessas informações para garantir um preço mais em conta, mas você pode manter um bom perfil de condutor, que também é analisado nessa categoria.

O perfil do condutor leva em consideração em quantos acidentes você já se envolveu, e se já acionou a seguradora alguma vez antes. Quanto menos você tiver feito essas ações, mais barato seu seguro vai ser, porque você representa um risco menor para a seguradora.

7. Esteja sempre atento a motoristas adicionais

Quando for contratar um seguro, é possível adicionar motoristas diferentes, mas o valor subirá a cada motorista novo.

Por isso, evite a adição de muitos motoristas adicionais, e coloque somente aqueles que você tem certeza que dividirão o carro com você em muitos dias, uma esposa, esposo ou filhos, por exemplo.

É importante ter noção de quem dirige muito o carro porque, em caso de acidentes envolvendo um motorista adicional, se ele não estiver cadastrado na cobertura, isso pode dificultar o recebimento de sinistro.

8. Evite carros com riscos grandes

Carros muito antigos, luxuosos ou com peças muito raras são mais caros para as seguradoras, porque em caso de sinistro é mais difícil repor peças ou cobrir o valor inteiro do veículo. Por isso, os valores para seguro desses carros costumam ser mais elevados.

Se você ainda vai comprar seu carro, leve isso em consideração na hora de escolher o modelo.

9. Invista em equipamentos de segurança

O valor do seguro pode diminuir bastante, dependendo da seguradora, se você instala aparelhos de segurança no seu carro, como rastreadores, já que eles facilitam bastante o trabalho das seguradoras em caso de furtos.

10. Tenha um estacionamento ou garagem próximos a você

Carros que ficam em lugares abertos durante muito tempo significam uma maior exposição e um maior risco de roubos, problemas com árvores ou colisões, por exemplo. Por isso, vale a pena deixar seu veículo em garagens ou estacionamentos perto de você.

Mesmo que seu prédio ou sua casa não tenha garagem, pesquise e faça as contas, pode ser que investir em um estacionamento pelo menos durante a noite seja uma vantagem para baratear o seguro.

Depois de todas essas dicas ficou fácil escolher um seguro bom e que caiba no seu bolso, né? E fica tranquilo, no começo pode parecer um investimento grande, mas o alívio de ter um seguro te ajudando na hora de algum imprevisto é muito maior.

Pensando assim, só a contratação do seguro já é uma forma de economia, já que você está se prevenindo de um futuro gasto com seu carro. Agora que você já sabe como economizar no seguro auto é só arregaçar as mangas, pesquisar bastante e escolher o seguro que funciona melhor para você.

Tags relacionadas

Pier Digital

ilustração de envelope com 1 notificação

Participe do Clube do Corre

E receba lembretes semanais sobre tudo o que impacta o seu bolso! É de graça:

    Compartilhe

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no whatsapp
    Compartilhar no email
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no pinterest

    Você pode gostar também

    Queremos saber o que você achou!

    Deixe aqui seu comentário.