fbpx
Pago Quando Puder
financiamento-para-negativado

Financiamento Para Negativado: É Possível?

Apesar da queda no número de pessoas com contas em atraso, iniciamos 2020 com cerca de 61 milhões de negativados no Brasil. 

Estar com o nome sujo traz uma série de consequências complicadas, pois, geralmente, quem está com o nome sujo tem muito mais dificuldades para conseguir crédito no mercado.

Afinal, para realizarmos sonhos como a casa própria ou um veículo — que são bens de alto valor —, muitas vezes precisamos fazer empréstimos ou financiamentos. 

Mas será que é possível fazer financiamento estando negativado? Continue a leitura para entender melhor!

O que é financiamento, como funciona e em quais situações é necessário?

O financiamento é uma modalidade de crédito em que um banco ou outra instituição financeira paga, por meio de um empréstimo, um bem para o cliente que será cobrado em parcelas mensais, com o acréscimo de juros. 

É muito parecido com um empréstimo pessoal, porém o valor é específico para pagar aquele produto e não envolve a o acesso direto ao dinheiro que foi emprestado. 

Costuma-se utilizar o financiamento para a aquisição da casa própria ou de automóveis, por exemplo. Porém, esse tipo de crédito também pode ser utilizado para a compra de diversos bens, produtos ou serviços.

Para exemplificar, caso uma pessoa queira um carro, ela deve ir até uma concessionária, certo? A concessionária trabalha com uma financeira que realiza a análise de crédito, no CPF do cliente, para liberar (ou não) o valor do veículo a ser financiado.

Se aprovado, o cliente escolhe o número de parcelas e o valor que deseja pagar por mês, já incluindo os juros do financiamento. Por isso, quanto maior o score do consumidor, mais chances ele terá de conseguir a liberação do crédito. 

E quando a pontuação no CPF é baixa e o nome está sujo?

É possível conseguir financiamentos com o nome sujo? 

Em certos casos, sim! Mesmo sendo mais complicado, não é impossível fazer um financiamento com restrição. As empresas vão consultar o seu nome no SPC e Serasa e, constatando a restrição, muitas delas não vão liberar o produto. 

Porém, algumas podem sim liberar o financiamento mesmo que você esteja com nome sujo.

Quais são os principais fornecedores de crédito?

Existem instituições financeiras menores que costumam aprovar crédito para negativados. Elas também fazem análise antes, porém, dependendo do tanto de dívidas, do valor total devido e se o cliente comprovar que consegue pagar a dívida, é possível ter o financiamento aprovado.

Entenda que essas empresas, por liberarem o crédito correndo mais riscos, costumam trabalhar com juros ainda mais altos do que os cobrados quando o cliente não tem restrições e conta com uma boa pontuação no CPF. 

Além disso, existe uma modalidade no programa Minha Casa Minha Vida que permite às pessoas negativadas o financiamento de um imóvel. Nesse caso, o interessado não pode ter renda familiar maior do que R$1.800 mensais.

Cuidados antes de contratar esse tipo de financiamento 

Não é porque você já está com restrição no seu nome que deve fazer mais dívidas pelo mercado. Pelo contrário! É nesse momento que alguns cuidados devem ser tomados para que a situação não piore. Afinal, os esforços devem ser votados para a regularização da dívida e do seu CPF.

Mas é claro que tudo precisa ser avaliado com cuidado: há urgência ou necessidade imediata de adquirir o bem, ou é “apenas” um desejo?

Avalie se a compra é realmente necessária ou se você está cedendo ao desejo momentâneo

Analise o cenário e veja como está a sua situação financeira no momento. Faça perguntas como: “eu conseguirei pagar essa dívida?”; “o que essa compra representa para mim?”, “devo priorizá-la antes de pagar uma outra dívida?”. Todas as respostas lhe dirão qual será a melhor decisão para que você consiga se equilibrar financeiramente.

Em muitas situações, é melhor que você regularize a situação do seu nome no SPC/Serasa antes de buscar um financiamento. Para isso, você pode buscar uma negociação de dívidas e pedir desconto para quitá-las.

Lembre-se que um financiamento é uma compra de alto valor. Por isso, uma alta taxa de juros, sobre esse valor, pode ter efeitos catastróficos no seu orçamento! 

Avalie friamente se você consegue priorizar o pagamento da dívida antes de solicitar o financiamento antes de tomar a decisão. Isso fará toda a diferença!

Não acumule dívidas 

Além da restrição, você tem outras contas em aberto, como prestações de outros empréstimos ou parcelas de compras no cartão de crédito? 

Mesmo que o restante das obrigações esteja em dia, coloque tudo na ponta do lápis para não perder o controle do que ainda tem por vencer e do quanto você deve.

Pense se você será capaz de arcar com as contas normais (inclusive parcelas de compras que ainda não foram quitadas!), cartão de crédito, e as mensalidades do financiamento

A não ser em casos de necessidade, não faça a escolha de “pago uma e deixo de pagar a outra”, pois você acabará comprometendo um orçamento que não possui e, além de lidar com as insistentes e inconvenientes ligações de cobrança, poderá ter que lidar com o não pagamento na justiça.

Fique atento às condições e taxas de juros cobradas

Como dissemos anteriormente, as financeiras costumam cobrar juros bem mais altos de clientes que já estão inadimplentes. Entenda que juros de modalidades de crédito, por si só, já são bastante elevados. Você está disposto a pagar ainda mais? 

Além disso, atente-se para as condições oferecidas no contrato e para a idoneidade da empresa. É importante fazer uma pesquisa e verificar se a financeira é regular e acompanhar o que outros clientes já relataram sobre ela, além de informações pertinentes para você não entrar em uma enrascada.

Gostou de conferir que não é impossível realizar um financiamento estando negativado?

Aproveite e assine nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos e notícias importantes sobre o assunto no seu e-mail!

Avatar

Aline Oliveira

Jornalista formada pelo UniBH, com especialização em Marketing Digital. Adora conversar sobre economia, finanças, investimentos, empreendedorismo e carreira.

Deixe aqui o seu comentário

Dá aquele like!

Curta nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades do Pago Quando Puder!

Receba as novidades!