fbpx

>

>

Comprar carro ou alugar: qual compensa mais?

Comprar carro ou alugar: qual compensa mais?

Tempo de leitura: 5 minutos

Ter o próprio veículo já foi o sonho de muita gente e realizar esse sonho era considerado um marco a ser celebrado. Atualmente, as coisas mudaram um pouco e agora a dúvida paira no ar: vale mais a pena comprar ou alugar carro?

O sucesso de serviços como o Uber fez muita gente pegar lápis, calculadora e papel para tentar entender se é mais vantajoso financeiramente ter um carro ou apostar em outras alternativas.

Neste post, considerando ainda que o preço de carros novos e seminovos está bastante elevado, vamos compartilhar algumas informações que podem te ajudar a definir entre a compra e o aluguel. Acompanhe!

Veículo por assinatura

Antes de qualquer coisa, queremos te falar um pouquinho sobre uma modalidade de aluguel que ficou conhecida como assinatura de carro, veículo por assinatura ou carsharing.

Esse é um serviço que vem sendo oferecido por locadoras e seguradoras e, com ele, você roda de carro novo sem precisar arcar com custos como IPVA ou manutenção. O veículo não é seu, mas você usa como se fosse.

Para tanto, você paga um valor mensal e pode até trocar de carro e rodar com diferentes modelos ao longo do período de duração do contrato. Em geral, costuma ter seguro e outros benefícios.

A questão é que existe um limite de quilômetros definidos por mês e, se você rodar mais do que o combinado, pode ter que pagar uma taxa extra correspondente à quilometragem registrada.

As vantagens dessa modalidade de aluguel

Optar pelo aluguel de carro tem vantagens que você precisa conhecer para tomar sua decisão. Veja só!

Veículos sempre em boas condições

Empresas que trabalham com o aluguel mensal de carro por assinatura disponibilizam veículos novos ou seminovos em bom estado para os contratantes do serviço.

Em alguns casos, além de escolher entre os modelos disponíveis, você pode apresentar suas preferências com relação à cor do carro e outros elementos opcionais.

Você não arca com despesas básicas

Entre comprar ou alugar um carro, uma das diferenças é a entrada. Se você optar pela compra, vai precisar desembolsar um valor inicial para poder retirar o veículo da loja.

Com o aluguel por assinatura não é assim. Não existe pagamento de entrada, apenas de mensalidades. Entretanto, pode ser que um pagamento caução seja necessário.

Além disso, como já mencionamos, você não arca com o IPVA e nem com manutenções preventivas ou corretivas.

Importante: é sempre recomendável perguntar e ler o contrato atentamente para saber se há algum tipo de manutenção que é de responsabilidade do usuário.

Não tem cobrança de juros

Outra vantagem é que não existe cobrança de juros no valor das mensalidades. Se você não atrasar nenhum pagamento, não terá surpresas desagradáveis com as quais lidar.

É possível compartilhar

Algumas empresas dão opção de compartilhamento do veículo alugado. Isso significa que você pode chamar outras pessoas para usar o mesmo carro e ratear a mensalidade e o gasto com o combustível.

Tem opção de compra

Ao final do contrato da assinatura do carro, você pode decidir por romper de vez o vínculo ou alugar um novo carro. Em nenhuma dessas opções, você precisa se preocupar com revenda, por exemplo.

Ainda, você pode optar pela compra do veículo que estava usando.

Onde encontrar esse serviço

A ideia do aluguel de carro por assinatura não é nova, mas começou a ganhar força há relativamente pouco tempo. Assim, já existem várias empresas que oferecem o serviço, mas pode ser que esse mercado ainda se expanda.

O que queremos dizer com isso? Pesquise! Busque por opções locais, se informe bem, compare e analise antes de fazer a sua escolha.

E se você precisa de um ou alguns pontos de partida, você pode encontrar o serviço em algumas empresas, como:

Além disso, fabricantes como a Fiat, Renault, Volkswagen e Volvo também têm opções de assinatura de carro.

O que levar em conta para decidir se é melhor comprar ou alugar carro

A dúvida entre comprar ou alugar um carro em 2021 não se resolve facilmente. Uma compra tende a envolver financiamento de veículo e seus respectivos juros — especialmente, em um momento em que o mercado não está muito favorável.

Em paralelo, o aluguel por assinatura tem uma série de detalhes a serem analisados com cuidado.

Uma coisa precisa estar clara: não existe resposta certa. Tudo depende da sua necessidade de uso do carro e do custo-benefício de cada possibilidade. Algo que varia de pessoa para pessoa.

Perfil de uso do veículo

Você se lembra que mencionamos a cobrança de valores extras, pelas empresas de assinatura de carro, caso você exceda a quilometragem mensal contratada?

Cada empresa oferece planos com limites de quilometragem pré-definidos e os valores variam com base nisso. Se você roda bastante porque trabalha fazendo viagens, por exemplo, talvez um plano que corresponda ao seu perfil seja caro demais.

Aí, é o momento de colocar essas características na balança e avaliar se vale mais a pena comprar o carro tendo em mente o custo-benefício dessa decisão, por exemplo.

Da mesma forma, se você roda bem pouquinho e fica sempre abaixo da quilometragem permitida, também precisa calcular se faz sentido pagar pelo serviço e não usá-lo ao máximo.

Investimento mensal

Se você pensa em optar pelo aluguel de carro, uma das coisas que precisa saber é que quanto mais longa é a duração do contrato e menor o limite de quilometragem, mais baratas as mensalidades tendem a ser.

Isso pode ser um atrativo que te leva a economizar o seu rico dinheirinho e ser feliz usando um carro alugado quase como se fosse seu de verdade.

Em contrapartida, se você optar pela compra, o valor das mensalidades do financiamento não vão cair com base no seu perfil de uso. É claro, você pode fazer pagamentos menores se o prazo de financiamento for maior, mas aí é preciso considerar os juros também.

Simulação básica de cálculo

Uma simulação pode te ajudar a avaliar melhor se vale mais comprar ou alugar carro. Escolhemos um cenário em que as opções são um financiamento ou a contratação do serviço por assinatura.

Compra de um Onix 0 km, considerando que o motorista fará um financiamento em 24 parcelas:

Fonte: InfoMoney

Aluguel de um Onix 0KM

Fonte: InfoMoney

Perceba que vários fatores podem mudar em uma simulação. Você pode escolher outro tipo de carro, seja para compra ou para alugar, e encontrar condições diferentes.

Em todo caso, porém, esse exemplo que compartilhamos te ajuda a entender quais elementos você precisa considerar para fazer suas contas e decidir por comprar ou alugar um carro.

Quer mais conteúdos como este chegando no seu e-mail sem precisar pagar nada? Faça parte do Clube do Corre!

Tags relacionadas

Larissa Reis

Deixa que eu escrevo! Como jornalista, sempre acreditei no poder da comunicação bem feita para compartilhar informações relevantes, e é para isso que produzo conteúdo!
ilustração de envelope com 1 notificação

Participe do Clube do Corre

E receba lembretes semanais sobre tudo o que impacta o seu bolso! É de graça:

    Compartilhe

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no whatsapp
    Compartilhar no email
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no pinterest

    Você pode gostar também

    Queremos saber o que você achou!

    Deixe aqui seu comentário.