fbpx
Pago Quando Puder
como-aproveitar-black-friday

Como aproveitar a Black Friday?

A Black Friday é mundialmente conhecida como o dia em que produtos e serviços são oferecidos com grandes descontos. O objetivo é beneficiar tanto quem vende, pelo aumento do volume de vendas; quanto quem compra, pela redução dos preços.

Aqui no Brasil não é diferente. O dia é marcado por grande movimentação tanto em lojas físicas quanto lojas online, e divide opiniões: dá pra confiar ou não nos descontos oferecidos?

Por que será que a data, que é tida como a mais esperada com ofertas do Brasil, tem uma fama tão negativa por aqui? Como aproveitar as vantagens desse evento tão importante para o comércio? 

Neste post, você vai conferir dicas para realmente fazer boas compras e não cair em ciladas!

Afinal, o que é a Black Friday?

A Black Friday é um evento que movimenta o comércio pelo mundo afora. É uma data tradicional muito aguardada pelos consumidores, em que lojas online e físicas oferecem, em tese, grandes descontos para impulsionar as vendas.

Como comprar online com descontos

Ela teve início nos Estados Unidos e é a mais famosa época de promoções por lá. Segundo a principal teoria de como surgiu a Black Friday, ela começou a ser reconhecida pelos comerciantes e compradores ainda na década de 60.

Aqui no Brasil a campanha chegou somente em 2011, por meio do portal Busca Descontos. Em 2019, o evento ocorreu no dia 29 de novembro. A data também é vista como um “limpa estoque” dos lojistas para receber produtos para as vendas de Natal.

Como e quando começou a Black Friday?

Há duas versões principais que explicam o início da Black Friday.

A primeira delas diz que em 1869, o governo de Nova York foi obrigado a interferir na transação de dois especuladores que tentaram tomar o mercado do ouro na Bolsa de Nova York.

Para corrigir os efeitos disso, o governo elevou o preço dessa matéria-prima no mercado, fazendo com que muitos investidores perdessem suas fortunas. Segundo relatos, isso aconteceu no dia 24 de novembro daquele ano, numa sexta-feira. 

Outra teoria, que inclusive é a mais difundida no mundo todo, diz que na década de 1960, policiais tinham muita dificuldade de controlar o trânsito na sexta-feira após o feriado de Ação de Graças, na Filadélfia, Estados Unidos.

Na época, a população aproveitava a folga prolongada para ir às compras e o trânsito acaba sendo congestionado. Além disso, os comerciantes aproveitavam o grande fluxo de potenciais consumidores para fazer promoções e atrair atenção. Por essas razões, a data (um dia após o dia de Ação de Graças) ficou conhecida como a “black friday”.

Tanto em relação à Bolsa de Nova York quanto ao congestionamento devido às compras do feriado prolongado, a data se firmou como o dia mais importante de vendas nos Estados Unidos.

Por que a fama de “Black Fraude” no Brasil?

Nos Estados Unidos, onde tudo começou, as lojas são reconhecidas por oferecerem verdadeiras promoções aos clientes. Há relatos de produtos que chegam a 80 ou 90% de desconto, levando os consumidores ao delírio, e muitos esperam em longas filas para ter acesso ao produto mais barato.

Já no Brasil, desde a sua vinda, a Black Friday não ganhou uma boa fama. Isso acontece porque muitos comerciantes quebraram a expectativa dos clientes com a data ao praticarem descontos que, na realidade, não existiam

Em outras palavras: faziam uma propaganda enganosa durante o período.

Assim, os brasileiros adeptos à cultura de pesquisar antes de comprar perceberam a fraude e a data ganhou a fama de “Black Fraude”, muito diferente do que é comum nos Estados Unidos.

O assunto teve repercussão até em matéria na revista Forbes, em 2013. Na época, o texto foi escrito com o título de “Nos Estados Unidos, a Black Friday é sobre ofertas, no Brasil, é sobre fraude”.

Contudo, mesmo com toda essa má fama, comerciantes e consumidores que querem fazer com que a data seja reconhecida como algo positivo, se esforçam ano após ano para que todos se conscientizem sobre a importância da data.

A Black Friday deve ser vista, principalmente pelos comerciantes, como uma boa oportunidade para realizarem boas vendas, oferecendo descontos de verdade. 

Já os consumidores, por sua vez, devem pesquisar preços com antecedência, e denunciar as fraudes identificadas.

Quais cuidados ter ao comprar pelos sites e em lojas físicas?

Com a variedade de ofertas nos bombardeando todos os dias, devemos tomar alguns cuidados básicos ao realizar compras tanto em lojas virtuais quanto físicas. Sim, podemos cair em golpes também comprando presencialmente! Confira as dicas mais importantes:

  • siga os perfis oficiais das empresas nas quais está pesquisando um produto. Existem várias contas falsas feitas para atrair compradores e praticar atos criminosos;
  • baixe um antivírus no computador ou celular. Isso evita que compras inocentes se tornem um verdadeiro pesadelo com arquivos infectados nos seus aparelhos;
  • verifique se a conexão com o site é segura. Sabe aquele cadeadinho que aparece do lado esquerdo da página, na barra de endereço? Este é um sinal de que o site é confiável. Caso não tenha o cadeado, é melhor evitar a compra;
  • nas lojas, atente-se às condições oferecidas pelos vendedores e veja se não há nenhum tipo de serviço adicional que não foi solicitado e está embutido na compra;
  • não insira senhas de cartões em compras online;
  • verifique o valor final da compra ao passar o cartão na maquininha, no caso de lojas físicas.

Como aproveitar a Black Friday?

Além das dicas acima, selecionamos alguns cuidados que você deve tomar para fugir de ofertas falsas, aproveitar a Black Friday de forma inteligente e não se endividar na data.

Compare os preços antes e no dia 

Se você pretende fazer uma compra e está aguardando para conferir as ofertas da Black Friday, comece sua pesquisa desde já. Isso inclui acessar vários sites de lojas, anotar os valores dos produtos e a data da pesquisa.

Além disso, uma boa estratégia é criar alertas de e-mails para receber notificações de quando o produto baixar o preço e verificar em sites comparadores. Se você notar que determinada empresa fez propaganda enganosa, diga que você já estava alerta sobre os preços e denuncie!

Cadastre seu e-mail no site da Black Friday

Por falar em cadastrar e-mail para receber ofertas, se você não quiser entrar em vários sites específicos para receber alertas de cada um deles, você pode se inscrever no site oficial da Black Friday e receber de apenas um remetente. Ele te direciona para as demais lojas.

Desconfie de ofertas boas demais

Já ouviu o ditado que diz que “quando a esmola é demais, o santo desconfia”? Lembre-se dele quando encontrar aquele produto que você está namorando há tempos com um desconto muito alto e muito diferente do praticado pelos concorrentes.

Sabemos que é difícil resistir a uma boa promoção, mas ofertas muito abaixo dos praticados pelo mercado, geralmente, são indícios de práticas maliciosas que se aproveitam do evento para praticar golpes pela internet. Fique de olho!

É possível que empresas forneçam descontos realmente maravilhosos? Com certeza. Nesses casos, tente se precaver de outras formas, tais como optar por formas de pagamento mais seguras, verificar comentários e avaliações da loja, entre outras.

Uma forma de se precaver é não clicar em e-mails com textos duvidosos, com erros de digitação ou anunciando preços impraticáveis. Outra dica é sempre checar no site da empresa se a oferta é verdadeira. Não clique no link que receber, vá até o site e pesquise.

Fuja dos horários mais procurados

Como a Black Friday acontece na última sexta-feira de novembro, muitos compradores já ficam esperando dar meia noite para conferir as promoções. Com isso, os madrugadores de plantão acessam os sites para garantir seu desconto, congestionando os e-commerces durante o início da madrugada.

Outro horário com bastante movimento é a hora do almoço, entre onze e duas da tarde. Se possível, fuja desses horários para não ter problemas de acesso e/ou ter que enfrentar filas ainda maiores.

Tenha foco e autocontrole

Caso você esteja decidido a comprar na Black Friday aquilo que deseja ou anda precisando há tempos, atente-se para não cair em tentação e começar a comprar também produtos que não esteja precisando.

Durante as pesquisas, é muito comum a gente se deparar com outros produtos que não estamos procurando, mas que aparecem como sugestão de compra. Tenha foco e adquira aquilo que realmente se planejou para comprar e resista à tentação.

Pesquise sobre a empresa e sua reputação 

Falamos aqui sobre pessoas que se aproveitam para enganar e praticar golpes, certo? Acontece também de muitas empresas, até então reconhecidas tradicionalmente, realizarem atendimentos e entregas ruins durante a Black Friday.

Mesmo que você já tenha ouvido falar na loja e veja um oferta tentadora, procure saber sobre a reputação dela no Reclame Aqui. Também leia os comentários dos outros compradores nas redes sociais e no site do comerciante, principalmente ao fazer compras pela internet.

Faça cotações em mais de uma loja

A concorrência no comércio é enorme e, com isso, existem muitas possibilidades para quem quer fazer bons negócios. Um deles é fazer a comparação de preços em várias lojas, ao menos três. Essa dica vale para compras presenciais e online.

Converse com os vendedores, diga o preço que conseguiu em outros locais. Quem sabe eles não estão dispostos a cobrir a oferta?

Planeje-se para comprar

Por fim, a dica de ouro quando o assunto é aproveitar tudo o que a Black Friday tem de bom é: se planejar para não se endividar. Afinal, aqui o que mais queremos é que você encontre o equilíbrio financeiro!

Coloque todas as suas contas na ponta do lápis ou crie uma planilha e veja se o valor do produto ou da prestação caberão no seu bolso. Não se esqueça das contas básicas que você já tem todos os meses!

Melhor do que comprar com um super desconto, é não ter dívidas para pagar! Ou, também, não ter arrependimentos por ter comprado por impulso algo que era desnecessário naquele momento. 

A Black Friday é uma ótima forma de aproveitar descontos e oportunidades que podem ser únicas. É possível se beneficiar dela de maneira inteligente e o melhor, sem se endividar!

Conferiu as sugestões e já está se planejando para comprar durante a Black Friday? Ou vai abrir mão das ofertas porque a grana está curta? Comente qual o seu caso!

Avatar

Aline Oliveira

Jornalista formada pelo UniBH, com especialização em Marketing Digital. Adora conversar sobre economia, finanças, investimentos, empreendedorismo e carreira.

Deixe aqui o seu comentário

Dá aquele like!

Curta nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades do Pago Quando Puder!

Receba as novidades!