Pago Quando Puder
cartao-pre-pago

Tudo Sobre o Cartão de Crédito Pré-pago

Imagine solicitar um cartão de crédito sem precisar de uma análise de limite e comprovação de comprovar renda, e sem a necessidade de preencher grandes cadastros? Sim, isso é possível! Por meio do cartão de crédito pré-pago, o consumidor faz a solicitação do cartão pelo site, paga a taxa de adesão e pode utilizá-lo na função crédito de forma mais fácil.

Já ouviu falar nessa modalidade de cartão de crédito? 

Apesar de pouco conhecida no Brasil, essa é uma forma de ter um cartão de crédito que tem facilitado muito a vida dos usuários, pois é possível utilizá-lo em vários lugares e em serviços úteis do dia a dia. 

Continue a leitura para entender como esse tipo de cartão funciona e como adquirir o seu se quiser!

O que é cartão de crédito pré-pago e como funciona 

O cartão de crédito pré-pago funciona de forma semelhante aos cartões convencionais (físicos ou online), porém, mediante a recarga de um valor que ficará disponível para utilizar como crédito. 

Ou seja: você solicita o cartão pelo site das empresas que oferecem o serviço, paga uma taxa pela adesão e faz uma recarga com o valor que quiser, respeitando o mínimo exigido pelas prestadoras do serviço. 

O controle de toda a movimentação é feito online, por meio do app da companhia ou pelo site. 

As compras feitas no crédito são descontadas do saldo do cartão e, como não há fatura, não é possível parcelá-las. Na prática, é como se você pagasse suas contas à vista, mas na modalidade crédito.

Assim, o limite de gastos é de acordo com o que você tem disponível no crédito. Além disso, o saldo pode ser cumulativo — a menos que o cliente fique muitos meses se utilizar o cartão (as condições devem ser checadas com a operadora).

Uma das principais justificativas para o uso desse tipo de cartão é que não é necessário ter uma conta em banco para que ele seja disponibilizado. Assim, quem recorre ao cartão pré-pago, não precisa manter qualquer relacionamento com bancos.

Atualmente, contamos com dois tipos de cartão de crédito recarregável: 

  • em versão física, com chip, como é o mais comum vermos; 
  • o virtual, que só pode ser utilizado em compras pela internet. Algumas lojas do varejo vendem esse cartão, porém, pedir pela internet, no site das líderes nesse tipo de serviço é a forma mais simples de ter o seu. 

A Acesso e a Brasil Pré-pagos estão entre as companhias mais conhecidas por oferecerem esse produto. A primeira disponibiliza o cartão gratuitamente; já a Brasil Pré-pagos cobra R$ 19,90 pela aquisição do cartão.

Porém, vamos falar das principais taxas cobradas por essas empresas mais à frente.

Diferença entre cartão pré-pago e as outras formas pagamento

O cartão de crédito pré-pago funciona como uma espécie de união entre crédito e débito porque é necessário fazer uma recarga para utilizar o serviço. O próprio cliente financia seus gastos antecipadamente, fazendo um pagamento prévio. Por isso, o nome “pré-pago”.

Cartão de débito

A função do cartão de débito é debitar, da conta do cliente, na mesma hora, o valor da compra. Por isso, se não houver saldo, a compra não é autorizada.

A mesma coisa acontece com o cartão de crédito pré-pago (na modalidade de crédito), permitindo a aquisição de produtos e serviços que não aceitem o pagamento no débito, por exemplo.

Cartão de crédito comum

O cartão de crédito convencional é concedido pelos bancos e instituições financeiras, assim, o limite de crédito é estipulado por essas empresas. Nesse caso, é necessário comprovar renda e passar por uma análise de crédito que pode — ou não — aprovar a liberação do cartão. Também, o pagamento é feito por meio de faturas todos os meses.

No pré-pago isso não acontece. Basta o consumidor comprar e ativar o cartão, fazendo uma recarga (e cada empresa estipula um valor mínimo) para utilizar quando e o quanto quiser, sem fatura, com o débito imediato do saldo.

De forma prática, é o próprio cliente quem define seu limite de gastos para cada compra e não depende de avaliação de crédito.

O que muitas pessoas não pensam é que o cartão de crédito convencional é uma forma de empréstimo: o banco empresta, na forma de limite, um determinado valor para você, e é sua responsabilidade fazer o pagamento do valor emprestado.

E essa é a grande diferença: no cartão de crédito convencional, você não precisa ter saldo previamente, podendo pagar após fazer a compra. No pré pago, é indispensável que você tenha saldo.

Cheque especial  e empréstimo pessoal

O cheque especial é um limite aprovado e que fica disponível na conta corrente. Assim, quem tem acesso a esse serviço, pode utilizar quando precisar e arcar com os juros cobrados pelo banco. 

Já o empréstimo pessoal, assim como o cartão de crédito, precisa de uma análise para ser aprovado. E, como vimos, esse procedimento não é necessário no cartão pré-pago. 

Vantagens do cartão de crédito pré-pago

Ao longo do texto, já citamos algumas vantagens competitivas do cartão de crédito pré-pago, como a não existência de juros, nem de análise de crédito e que o valor do limite varia de acordo com o desejo do cliente. 

Porém, o principal benefício é que o consumidor não tem chances de endividamento, já que compra apenas aquilo que o saldo do cartão permite.

livros-de-financas

Sem a possibilidade de parcelamento de compras, não existe o risco de inadimplência da fatura do mês seguinte. Outra vantagem é para as pessoas que não têm acesso fácil ao crédito liberado pelos bancos e que precisam de um cartão para cadastrar pagamentos em app de transporte e de serviços de streaming, como a Netflix.

Taxas aplicáveis e quanto custa um pré-pago

As duas principais empresas que oferecem cartão de crédito pré-pago trabalham com tarifas que são cobradas dos clientes para a aquisição e manutenção do serviço. 

A Acesso tem os seguintes valores, além de uma recarga mínima de R$100:

  • tarifa de mensalidade: R$ 5, caso haja saldo no cartão;
  • tarifa de recarga (abaixo de R$ 500): R$ 2,50;
  • tarifa de recarga (acima de R$ 500): gratuito;
  • tarifa de recarga via DOC/TED: gratuito;
  • saques: R$ 7,50 por operação;
  • segunda via do cartão: R$ 9,90.

A Brasil Pré-pagos cobra o valor de R$ 19,90 pela aquisição do cartão, além das seguintes tarifas:

  • recarga mínima: R$ 25;
  • tarifa de manutenção: R$ 3 por mês;
  • tarifa de recarga via boleto: R$ 3 ou 1,99% do valor recarregado quando o pagamento é feito com cartão de débito;
  • saques: R$ 7;
  • segunda via do cartão: R$ 25.

Quais bancos disponibilizam o cartão de crédito recarregável?

Além das empresas líderes citadas acima, existem emissores do cartão de crédito pré-pago credenciados pela Visa e Mastercard, e as taxas de aquisição variam entre R$ 12,90 e R$ 24,90. 

Bancos como Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Santander também oferecem esse tipo de serviço aos clientes e as respectivas tarifas devem ser consultadas diretamente com as instituições.

Gostou de conhecer ou de saber mais informações sobre o cartão de crédito pré-pago? Aproveite para assinar nossa newsletter e receber dicas exclusivas no seu e-mail!

Avatar

Aline Oliveira

Jornalista formada pelo UniBH, com especialização em Marketing Digital. Adora conversar sobre economia, finanças, investimentos, empreendedorismo e carreira.

Deixe aqui o seu comentário

Dá aquele like!

Curta nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades do Pago Quando Puder!

Receba as novidades!